Boa noite pessoal do Blog!

Nesta tarde em meu trabalho fui surpreendida. Estava por um momento pensando nos propósitos de Deus para uma vida, quando ouço um alerta de e-mail. Não foi simplesmente um e-mail, foi um presente de Deus para mim. Palavras que vieram na hora certa lembrando-me da fidelidade do meu Senhor e Rei, e de como é bom viver seus propósitos.

Compartilho com vocês esta mensagem escrita por alguém muito especial para mim. Uma mulher escolhida por Deus com o propósito de abençoar muitas vidas. Lembro-me do hino cantado no Congresso de Mulheres Diante do Trono…

“Mulheres virtuosas, mais do que jóias preciosas. Nesta geração vamos BRILHAR!”

Tia, Você brilhará por muitos lugares refletindo a Glória do Senhor. Sinto-me honrada por te ter por perto.

Ofereço este texto inspirado por Deus a vocês amigos, chamados e escolhidos pelo Rei para fazer a diferença neste mundo tão corrompido. No lugar onde Ele te plantou você será a luz e por onde Ele te levar que sua unção possa te acompanhar, afinal, VOCÊ NASCEU COM UM PROPÓSITO.

Mensagem…

“QUEM SABE SE PARA TAL TEMPO COMO ESTE FOSTE CHAMADO?” Ester 4.14

 “TUDO TEM O SEU TEMPO DETERMINADO, E HÁ TEMPO PARA TODO O PROPÓSITO DEBAIXO DO CÉU” EC. 3.1

Todas as experiências listadas neste capítulo 3 de Eclesiastes são apropriadas em certas épocas. O segredo é termos paz com Deus, descobrindo, aceitando e apreciando o tempo perfeito Dele em nossas vidas. O perigo está em duvidar ou ressentir-se em relação ao momento do Senhor. Isto pode levar-nos ao desespero, a rebelião ou a fazermos escolhas sem o conselho de Deus. Interessante pensar que por mais que Deus queira que vivamos seu kairós(tempo) ele respeita nosso livre arbítrio e permite-nos que vivamos nosso chronos(tempo) segundo nossos próprios anseios. Muitas vezes resolvemos que é a hora certa de comprarmos algo, por exemplo, e deixamos de consultar a Deus para seguirmos seu conselho a respeito de nossa decisão. E muitas vezes entramos em angustia por não sabermos esperar ou ter certeza que aquele era o tempo de fazer aquela compra.

Eclesiastes nos mostra que há um tempo determinado pra cada propósito. Fazendo um paralelo com o livro de Ester vemos que Ester nasceu no tempo determinado por Deus (Tempo de nascer- Ec 3.2) e também havia passado pelo tempo de morrer(Ec. 3.2), seus pais haviam morrido e então teve que ser criada por seu primo Mardoqueu.

Alguém poderia pensar que Deus foi cruel em deixar uma menina órfã, porém Deus que vê o futuro que nós não vemos já tinha toda a história de Ester ou Hadassa escrita em seu livro (Salmos 139).

Mardoqueu vivia em solo Persa, pois sua família havia sido levada ao exílio pelo Rei Nabucodonosor no último levante contra Jerusalém, provavelmente Mardoqueu nasceu em Susã. A vida de Mardoqueu foi repleta de desafios, porém ele os transformou em oportunidades. Eles já haviam passado pelo tempo de Guerra (Ec 3.8) e agora gozavam tempos de Paz (Ec 3.8). Muitos judeus haviam voltado a Jerusalém em consequência do edito de Ciro para a reconstrução da cidade (Fato que está registrado no livro de Esdras entre os capítulos 6-7) porém muitos haviam nascido na Babilônia, como Mardoqueu, e lá tinham se estabelecido em atividades comerciais; não estavam pois interessados em atravessar o deserto e começar tudo de novo na terra de seus pais. Tempo de derribar e tempo de edificar (Ec 3.3b). Estas circunstancias não foram resultados do acaso, mas dos grandes desígnios de Deus.

Deus é soberano sobre cada área de sua vida.

Se todos tivessem voltado para Jerusalém o livro de Ester não seria escrito, ela não se tornaria Rainha da Pérsia e não teria tido a oportunidade de servir ao Senhor como instrumento de livramento de seu povo.

Veja como Deus trabalha. Vasti não aceita ser exposta aos olhos de homens bêbados e desobedece a ordem do Rei Assuero (Xerxes I), então por sua desobediência é deposta do trono. Tendo passado a embriaguez o Rei lembrou-se de Vasti, porem seus conselheiros reais lhe disseram que trariam ao palácio moças virgens e belas para que o Rei escolhesse uma nova Rainha para que ocupasse o lugar deixado por Vasti. De acordo com o conselhos dos sábios do reino, é dada a ordem para que o edito do rei fosse promulgado e assim foram trazidas moças de todas as províncias do reino, a saber 127 províncias, desde a Índia até a Etiópia.

O escritor e grande comentarista Matthew Henry diz que o livro de Ester não tem o nome de Deus escrito nele, porém seu dedo escreveu toda a história.

Dr. Pierson chama-o de “O Romance da Providencia”.

Deus tem parte em todos os acontecimentos da vida humana. O mundo hoje não pode desvencilhar-se de Deus. Nem Israel podia e pode. Ele nunca abandonou seu povo no passado e nunca o abandonará no futuro. Ele os acompanhou no cativeiro. Enquanto os Reis da terra se banqueteavam e esqueciam, Deus se lembrava e com sua mão escrevia o destino deles, ou movia a mão deles para executarem o seu plano divino.

Ester destaca-se como escolhida de Deus. Era meiga e cativante. Veio ao reino justamente para uma ocasião como esta. Ao entrar na presença do Rei para interceder pelo povo, ela diz: “Se perecer, pereci…” (Et. 4.16). Ester salvou o seu povo a fim de que o verdadeiro Libertador viesse. Deus vinha protegendo cuidadosamente essa nação através dos séculos, com o propósito de abençoar o mundo por meio dela. Ela não podia desaparecer antes que trouxesse o Salvador ao mundo.

Que tempo você está vivendo?

Com certeza é a OPORTUNIDADE de Deus em sua vida!!!

 Ivonira Andrade de Castro

Anúncios